sábado, 31 de julho de 2010

A desgraça número 3




A desgraça número 3 na vida do leiturista de luz é... CHUVA! (Veja AQUI as outras 2).

Imagina a situação:

Você é leiturista de luz. Acorda na segunda-feira de manhã e descobre que está chovendo. Não há escolha: veste o uniforme, a capa de chuva por cima e a mochila pendurada de lado. Segura o guarda-chuva e o aparelho de leituras na mesma mão, porque na outra, você precisa segurar a canetinha pra digitar as leituras.

O vento é tão forte que vira o guarda-chuva do avesso 3 vezes seguidas, o que é o suficiente pra quebrar duas varetas e também pra você sentir vontade de quebrar aquele chinês que te garantiu que o guarda-chuva dele era bom.

Assim que o guarda-chuva quebra, a chuva aumenta muito, lógico! Você procura um lugar pra se esconder, mas, não há um só toldo ou telhado que possa te servir de abrigo naquela rua.

Pra melhorar, a rua é de terra.

O jeito é continuar trabalhando.

Você abre a tampa de um relógio pra fazer a leitura e ele está totalmente embaçado por causa da chuva.

Na casa seguinte, o relógio de energia fica dentro da garagem e você tem que olhar a leitura pelo furo no portão. Impossível! Por causa do tempo chuvoso, a garagem está muito escura e não dá pra enxergar a leitura. Você toca a campainha, mas, ninguém está em casa.

Você começa pensar: “Meu Deus, quantas leituras eu vou ter que pegar quando voltar aqui amanhã?”

Não devia ter perguntado!

À sua frente há uma sequência de pelo menos 15 casas com relógio de luz digital. Quando você chega no primeiro deles pra marcar a luz, dá um raio e acaba a luz da rua. Consequentemente, os relógios digitais se apagam.

A chuva fica cada vez mais forte. Pra atravessar a rua sem molhar os pés é quase impossível: a enxurrada é mais larga que o Rio Amazonas.

Só há duas opções: vestir um escafandro e mergulhar ou abrir o guarda-chuva e voar feito a Mary Poppins.

Como seu guarda-chuva está quebrado e você não tem um escafandro, você arrisca dar um salto sobre a água.

Você cai em cima de alguma coisa gelatinosa. Olha pro chão e descobre que matou um lambari com os pés.

O temporal é tão forte que a impressão que se tem é de que a qualquer momento a Arca de Noé vai cruzar a esquina.

Sua roupa está encharcada e pesa mais que costeiro de travesti rica no Carnaval do Rio.

A cada segundo de trabalho, você tem mais certeza de que odeia chuva!

Na última casa da rua, o relógio fica do lado de dentro. Você bate no portão e uma empregada atende:

- Pois não!

- É a leitura da luz.

- Só um minuto.

A empregada abre o portão. Lá de dentro, a dona da casa, enrolada num edredom, tomando café quente, beliscando bolachinhas amanteigadas, estirada numa “poltrona do papai”, diz:

- Oi, moço. Chuvinha boa, não?

Se controlando pra não mandar ela tomar no meio do rabo, você diz:

- A senhora me desculpe, mas, pra mim não tá boa não!

- Que isso, moço?! Fazia mais de dois meses que não chovia. Pense nos pobres agricultores. A gente não pode ser egoísta. Temos que nos colocar no lugar dos outros.

“Temos que nos colocar no lugar dos outros”. É brincadeira?

Você agradece e vai embora.

Claro, depois dessa última leitura é óbvio que a chuva pára. Quando você coloca os pés na calçada, ouve a “madame” gritar lá de dentro:

- Ai, não acredito!

- O que foi, senhora? – a empregada pergunta.

- A energia elétrica voltou de repente e pifou a minha televisão nova de 72 polegadas! CHUVA DESGRAÇADA! AHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Pois é: chuva nos olhos dos outros é refresco!






26 comentários:

  1. USAHUSUAHUSHsuauahuhusa tem pessoas que soh se fodi..e em dias de chuva ehh vc ! kkk
    meuu , eu sempre caio nessas dos guarda-chuvas bons ..mais sempre uma porcaria , nunca vi um durar mais que um ano ..sh se ele estiver guardado ai tudo bem kk
    e nunca tinha visto relogio digital...deve ser bairro xique neh,o esquisito eh q a rua era de terra , não bate ..
    mto lgl o post , adoro suas aventuras

    boa semna
    abraços

    ResponderExcluir
  2. Eduardo-edu-bv@uol.com.br31 de julho de 2010 21:51

    Cara! o teu blog é d+,também sou leiturista só que aqui no RS,é possível que sejamos até colegas de trabalho! trabalho na rio grande energia,comprada pela cpfl que deve ser a empresa que você trabalha..."lancei" no google leiturista então me deparei com o teu blog...larga essa vida de se fu... na chuva meu!a tua veia humoristica é muito boa!quando li tua postagem do mau halito e rachei o bico de tanto rir,eu tinha um colega de serviço que sofria"quer dizer"quem sofria éramos nós, do mesmo mau,eu sempre mandava ele arranjar um drops sabor diabo verde ou pinho sol,aqueles famosos desinfetantes que arrancão qualquer paulista do vaso...(brincadeirinha!),pois bem,um grande abraço...ps:manda outro grande abraço para o "lenhador de bonsai" se é que ele se corresponde com os amigos depois da fama hehehe!sou um grande fã do cqc e gosto muito do trabalho daquela gurizada! Valew.Eduardo.

    ResponderExcluir
  3. "Seria cômico se não fosse triste."

    Tá Paulo, eu desisto, dar aulas para adolescentes em plena fase de erupção de hormônios parece MUTIO, mas MUITO, MUITÍSSISSÍSSÍSSIMO mais fácil agora!

    =/

    ResponderExcluir
  4. Vamos pensar pelo lado bom,pelo menos nenhum ônibus passou e jogou agua suja em vc,né?
    hahaha

    Geralmente a qualidade do guarda-chuva é inversamente proporcional a confiança que o vendedor te dá que o guarda-chuva é bom

    Abraços,
    Raquel

    ResponderExcluir
  5. "Só há duas opções: vestir um escafandro e mergulhar ou abrir o guarda-chuva e voar feito a Mary Poppins". HAHAHAHAHHAHAHHAHA

    É Paulo, não achei que sua profissão fosse tão difícil. Eu ficava pensando o quanto você sofria com o sol né, mas acho que a chuva, nesse caso, foi pior.

    Beeijos,
    Isabela.

    ResponderExcluir
  6. kkkkkkkkkkkkkk

    Isso eu acho que é um problema dos officeboys tbm rs

    Muito bom o post PS.

    A chuva as vezes me atrapalha tbm...
    Num dia de chuva mae ta fazendo algo pra comer e vê que fala algo e me manda buscar rs

    Ja disse pra ela qqr dia eu vou levar sabonete e shampoo junto, assim ja tomo banho rs

    Att,
    Ciborgue

    ResponderExcluir
  7. Meu frio aumentou lendo esse post. Rs. Apesar de nunca ter comentado, sou assídua. Adoro seu blog. Já até divulguei no twitter. Parabéns e paciência kkkkk. Dayse (@daysemoraes).

    ResponderExcluir
  8. Ahh!! Kkkkk
    Muito, mas muito engraçado mesmo!!! kkkkk
    Adorei a parte da mulher dizendo "chuvinha boa" kkkk Tb iria querer no mínimo mandar À m... se fosse eu!! kkkkk Adorei!
    Bjinhuuuss =***

    ResponderExcluir
  9. Patrícia Almeida3 de agosto de 2010 17:06

    Eu estava sumida daqui... coloquei a leitura em dia, ainda bem que ler seu blog é um tanto quanto mais simples e muito divertido, mesmo que em dia de chuva...
    Parabéns os textos continuam ótimos!!!

    ResponderExcluir
  10. muito bom!nossa o pior que isso acontece mesmo mas não deixa de ser super engraçado nada cm chegar em casa e poder rir um pouco ou melhor rir muito cm seus post.Mais uma vez parabéns vc sempre manda muito bem bjos paulo

    ResponderExcluir
  11. Rsrsrsr, muito boa ! Contradição pouca é bobagem ! ;-)

    ResponderExcluir
  12. Caroline, bem feito pra ela! (Não foi praga minha!) rs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Mariana, realmente eu me fodo quando chove!

    O que? Guarda-chuva durar 1 ano? Pra mim dura 3 chuvas no máximo! É sério!

    Esses relógios digitais não são chiques não. Eles são uma merda, porque são muito fininhos e ficam no fundo das caixas de energia elétrica dificultando a visualização da leitura. Tudo pra ferrar mais os leituristas!

    Abração!

    ResponderExcluir
  14. Eduardo,

    Sou leiturista da Project, que presta serviço pra Elektro. As companhias de energia são diferentes mas tenho certeza que os nossos problemas são os mesmos. rs!

    Cara, você também tem um humor muito bacana pelo que tô vendo. Eu faço teatro e tô tentando sair dessa vida de leiturista, mas, por enquanto tá difícil. (Quem sabe se meu patrão ler essa postagem ele me demita e eu atinja o meu objetivo de sair desse emprego) rs!

    O lenhador de bonsai esteve aqui na última quinta-feira. Agora é assim, ele vem a cada 3 meses. Mas, ainda bem que ele vem. rs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  15. Larysse, pelo menos a minha desgraça serviu pra alguma coisa então. rsrs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  16. Raquel, obrigado pela dica do guarda-chuva. rs!

    Já aconteceu muito de carros e ônibus passarem e jogarem água em mim. A desgraça do leiturista é completa!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  17. Isabela, e melhor coisa para o leiturista é o frio. Vou mandar um currículo pra trabalhar na Sibéria!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  18. Ciborgue, pelo jeito a chuva é um problema dos office boys e também dos filhos mais novos. rs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  19. Dayse, obrigado pela força e desculpe por ter aumentado o seu frio. rs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  20. Carol, o pior é que a pessoa não fala isso com ironia, ela fala sério. rs!

    Bjos!

    ResponderExcluir
  21. Patricia, obrigado! Vê se aparece mais (nos dias de chuva ou não) rs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  22. Suzi, o lado bom dessas coisas é ter o que escrever no blog depois. rs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  23. É... eu sei que é sério! Quem tá em casa não sofre, né?!
    Ahh! Li o seu papo com o Eduardo, duas figuras! Adorei o novo apelidinho carinhoso: "lenhador de bonsai"!! kkkkkk E depois dessa, não resisto: Vejo sempre o programa, vi ele pessoalmente (no teatro) em abril e depois da semana passada tive a certeza: ele é um fofo... literalmente!!! rsrsrsrrssrs
    Viu no que deu ler vocês?? Não ia falar disso aqui, você deve se encher de gente falando nele o tempo todo porque vocês são amigos e blábláblá... não é a minha, mas juuroo que dessa vez não resisti!
    Bjinhuuuss =***

    ResponderExcluir
  24. Carol, tudo bem, o "lenhador de bonsai" é um grande cara. (Sem sacanagem. rs!)

    Bjos!

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário!

Sugestões de postagem serão bem-vindas!