quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Há males que vem para o bem



Andrea namorava Roger.

Roger era o tipo de rapaz que toda garota sonhava em namorar (tirando algumas lésbicas). Era muito bonito, simpático, engraçado, inteligente e rico.

Seria o cara perfeito, não fosse um único defeito: mau hálito!

Durante anos ele buscou solucionar esse problema.

Primeiro, foi a vários médicos e dentistas que lhe disseram a mesma coisa: “- Não encontramos problema algum!”

Procurou ajuda na homeopatia e na botânica. Mas, sem sucesso.

Numa tentativa mais desesperada, foi atrás de curandeiros, bruxos e até de um padre exorcista. Chegou a ir a 3 encontros religiosos dos 318 pastores. Contudo, o bafão podre continuava.

Sua única chance talvez fosse invocar aquele ser que pode tudo no Universo (tirando Deus, é claro). Eu estou falando dele: Chuck Norris!

Mas, Roger não o encontrou no Twitter!

Como o mau hálito não poderia ser resolvido, o jeito era disfarçá-lo.

Além de chupar umas 80 balas de hortelã e mascar uns 30 chicletes de menta por dia, Roger começou a tomar medidas drásticas para que seu hálito se tornasse, ao menos, suportável: passou a escovar os dentes com Dermacyd, a fazer gargarejos com Cloro, além de ter pendurado uma pedra sanitária na língua como se fosse um piercing.

Andrea, embora amasse Roger, estava prestes a se separar dele. Não por preconceito, mas, porque o bafo-de-onça dele lhe causava ânsia de vômito.

As vésperas da separação, Andrea acordou com um terrível fedor no nariz. E embora tivesse dormido sozinha, no reflexo, chegou a olhar para o lado, só pra ter certeza de que Roger não estava lá.

O tempo foi passando e aquele cheiro desagradável no nariz de Andrea foi sumindo. O problema é que a sua capacidade de sentir o cheiro das coisas foi sumindo também.

Assustada, ela procurou um médico, que logo deu o seu diagnóstico:

- O que causou mau cheiro no seu nariz foi uma Sinusite. E como essa sinusite não foi bem curada, ela está evoluindo para uma Anosmia, que é a perda do olfato ou a perda da capacidade de sentir cheiros. Vamos começar o tratamento hoje mesmo!

Mas, Andrea não quis se tratar.

Hoje, quatro anos depois, ela se adaptou totalmente à sua deficiência.

E vive feliz, num sítio, ao lado dos dois filhos e do marido, Roger.

28 comentários:

  1. kkkkkkk

    Muitoo bom o post!

    Dei muita risada...principalmente na parte de não ter achado o Chuck Norris no Twitter!

    Parabéns! Cada dia surpreendendo mais!

    Grande beijo!

    Se cuida

    ResponderExcluir
  2. PS sempre escrevendo muiiito bemm..

    Cara, da onde vc tira tanto assunto?
    rssrsr

    ResponderExcluir
  3. ´só pra variar muito engraçado este post,bem não dizem que o amor é cego neste caso andreia deve ter comemorado a tal bem vinda sinusite graça a ela hoje e uma mulher feliz. grande abraço paulo até o proximo post.

    ResponderExcluir
  4. PS, seus textos realmente são muito bons
    mas fala a vdd vc tirou inspiração deste texto por causa do Oscar, neh? rsrs
    Parabéns pelo blog e continue sempre colocando posts de qualidade
    ^^

    ResponderExcluir
  5. Há males que vem para o bem.
    Se não consegue acabar com seu inimigo junte-se à ele, rsrs
    Quanta imaginação, ótimo!!!
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Adorei a parte do Twitter do Chuck Norris.
    Você é o melhor cara, parabéns.

    ResponderExcluir
  7. Fala Paulo,

    o mais engraçado é que todo mundo que tem mau-hálito, por consequencia tem segredo. Ou gosta de falar de gente que ta perto. Puta que pariu, vai falar perto na casa do caralho. No mais, gostei da historinha, com aquela leve semelhança com a realidade bem mais próxima do que imaginamos. hahahahahaha...

    Abraço,

    Rafael

    ResponderExcluir
  8. Eu conheço um casal assim, já com 25 anos de casados e 4 filhos. Ele tem um super mal hálito por causa de um problema estomacal e ela não sente o cheiro das coisas por causa de um problema no nariz mesmo. É gente, isso acontece. E agora senhor Paulo? Além de Leiturista, quase crônista, escritor e piadista, fazedor de bicos e medidor de narizes famosos, vai mesmo apelar pra esses assuntos? He he he he... Ótimo texto, muito mais significativo por causa do desfecho. O amor é cego, mas pode ser mudo, surdo e às vezes - como é se chama alguém que não sente cheiros? - sem olfato. O amor, ah, o amor é nossa vida.

    Um milhão de abraços! :)

    ResponderExcluir
  9. hahahahahaha
    Muito bom o post

    Também ri muito na parte de não ter encontrado o Chuck Norris no Twitter!

    Moral do post:Hoem com mau hálito + Mulher sem olfato=a um casal perfeito
    hahaha

    Abraços,
    Raquel

    ResponderExcluir
  10. Ops... no meu comentário a cima eu quis dizer HOMEM

    Abraços,
    Raquel

    ResponderExcluir
  11. Que história romântica. rsrs. Sua criatividade é de incabular PS. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  12. Uau Paulo...q história doidinhaa
    jsahsuahsuhaushausha

    Ri demais com a parte: "...a fazer gargarejos com Cloro, além de ter pendurado uma pedra sanitária na língua como se fosse um piercing."
    Foi nojentinhu isso, mas ri demais

    bjkas

    PS: o texto tah perfeito

    ResponderExcluir
  13. Karen, valeu! Espero que eu continue a te surpreender sempre.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  14. Ciborgue, geralmente tenho um trecho de um assunto na minha cabeça. Aí, eu sento no computador e o resto da história vem.

    Seria uma semi-psicografia? rsrsrs!

    Abração!

    ResponderExcluir
  15. Suzi, o amor é cego e nesse caso da Andrea o amor é ruim do nariz também. Ainda bem! rs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  16. Anônimo, hahahaha! Talvez o caso do Oscar tenha me inspirado inconscientemente mesmo.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  17. Juliana, valeu mais uma vez!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  18. Rafael, repare que o nome do personagem começa com R! Não é a toa! rsrsrs! Não preciso falar mais nada!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  19. Larysse, agora o pessoal vai achar que eu conheço esse casal também. rsrsrs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  20. Raquel, às vezes a gente se pergunta como determinados casais que parecem não ter nada a ver um com o outro, estão juntos. Com certeza tem um motivo bem forte que a gente não sabe. Tipo esse lance do mau hálito. rs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  21. Daniel, acho que vou deixar as crônicas e contos e escrever histórias românticas. rsrsrs! Brincadeira!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  22. Juh, acho que pior do que ele ter pendurado a pedra sanitária na língua era o bafo dele. rsrs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  23. Rsrsrs, olha eu nao duvido que seje...
    Mais cuidado, nao espalhe, Chico Xavier foi rejeitado por isso rsrsrsr

    ResponderExcluir
  24. Ciborgue, é verdade. Mas, também, os preconceituosos que se danem! rs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  25. Isso mesmo...
    Preconceito dá cadeia...

    Isso me lembra uma frase, mais me abstenho de fala-la...kkkkkk

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário!

Sugestões de postagem serão bem-vindas!