sexta-feira, 7 de maio de 2010

Pequeno Pônei - parte 4

(sugestão do Ciborgue: Pequeno Pônei)





Como o Oscar comentou no blog dele, na postagem "Premonição", a nossa turma de adolescência era a mais careta de Atibaia.

Éramos todos praticantes de esportes, não fumávamos, não bebíamos, não usávamos drogas, nem transávamos.

Esta última, não por opção, é claro!

Mas, algumas coisas mudaram. Quando fiz 19 anos, comecei a beber cerveja. Moderadamente.

Já o Oscar se mantém abstêmio até hoje.

Como sempre falamos muita besteira, algumas pessoas costumavam nos dizer:

 - Um dia, queria ver vocês dois bêbados. Deve ser muito engraçado.

Engraçado, é?

Resolvemos fazer um pacto: um dia iríamos tomar um porre juntos.

E isso aconteceu quando fui passar uns dias na casa dele em São Paulo.

Cheguei na sexta-feira. No sábado, fomos assistir a uma peça. Na saída do teatro, encontramos a amiga Fernanda que nos acompanhou a nossa aventura etílica.

Sentamos num lugar meio isolado, no segundo andar de um bar.

Começamos a conversar e tomar cerveja. Certa hora, fui ao banheiro e quando voltei o Oscar estava com uma caipirinha na mão.

“Vai dar merda!” – pensei.

Imagina uma pessoa que não estava acostumada a beber nem cerveja e resolveu misturar com outra bebida ainda mais forte. Não passou muito tempo e o Oscar começou a “filosofar”.

Por que será que bêbado é assim? O cara não tá aguentando nem ficar de olhos abertos e quer discutir os grandes problemas da humanidade.

Quando a ponta do meu nariz amorteceu e eu já não conseguia ouvir o que eles diziam, era o sinal de que já estava na hora de parar de beber e descansar antes de irmos embora.

O problema é que eu precisava muito ir ao banheiro de novo.

Enquanto o Oscar e a Fernanda conversavam, silenciosamente eu tentava traçar uma estratégia que me levasse direto ao meu objetivo sem desequilibrar.

Mirei bem a porta do banheiro. Imaginei que lá tivesse um alvo e me lancei feito um dardo.

Certeiro!

Ainda bem que o corredor estava vazio e nenhum garçom apareceu na minha frente.

Quando voltei, o Oscar estava de cabeça baixa e a Fernanda parecia estar consolando ele.

“Pronto! Aposto que já bateu a depressão pós porre. Bêbado é uma merda mesmo e...

De repente eu percebi uma gosma (que me lembrou muito o Geléia dos Caça-Fantasmas) bem embaixo do Oscar. Ele havia vomitado!

O pior é que surgiu um garçom do nada, com um rodo e um paninho na mão, querendo limpar logo o chão. Só que o Oscar ainda estava vomitando. No intervalo entre um “jato” e outro, ele disse pro garçom:

- Será que dá pro senhor limpar daqui a pouco? Eu ainda não terminei!

O garçom foi embora. Provavelmente ficou com medo do Oscar vomitar na cara dele. Eu então sugeri que o Oscar vomitasse na janela. Pra ficar menos chato.

Lembrando que estávamos no segundo andar, foi uma sorte não ter passado ninguém lá embaixo.

Nós três bebemos muito naquela noite. Mas, a Fernanda parecia que não tinha bebido nada! Era como se ela tivesse nascido com 3 fígados.

Quando saímos cambaleantes do bar, tive a sutil impressão de que estávamos sendo observados. E observados por pessoas bastante alegres, pois riam um bocado.

Fomos embora a pé e vejam vocês como os valores estão mudados hoje em dia: a Fernanda nos acompanhou até a portaria do prédio e depois foi embora, sozinha!

- Fernanda, você tem certeza de que não quer ficar? – o Oscar perguntou.

- Não, não. Tá tudo bem! Eu ainda vou para uma festa.

Aí eu tive certeza de que ela tem 3 fígados.

No dia seguinte, acordei muito cedo com um barulho vindo do banheiro. Levantei e tive a sensação de que alguém tinha jogado uma bigorna na minha cabeça, como acontece nos desenhos. Que ressaca!








Entrei no banheiro e vi o Oscar ajoelhado na privada vomitando. Ele virou pra mim e disse:

- O Cazuza tinha razão naquela última parte da música “Down em mim”.



TRECHO DA MÚSICA "DOWN EM MIM" (CAZUZA):

“E me lembrar, sorrindo, que o banheiro
É a igreja de todos os bêbados...”



Ele estava bêbado, vomitando, de ressaca, ajoelhado e jurando nunca mais beber.

Sacaram?

Quando ele finalmente parou de vomitar, eu descobri que estava com diarréia.

Começamos a fazer um revezamento naquele banheiro. A descarga foi acionada tantas vezes que deve ter faltado água no prédio por um mês.

Como o Oscar não parava de passar mal ele pediu pra mim:

- Paulo, pelo amor de Deus, cara, vai na farmácia comprar alguma coisa pra eu tomar.

Juro que fiquei com vontade de chorar. Imagina, eu em São Paulo, sem conhecer lugar nenhum, a pé e com piriri, tendo que procurar uma farmácia.

Mas, como eu estava menos ruim do que ele, eu fui. A farmacêutica disse:

- Olha, se ele tá do jeito que você me contou, é melhor você levá-lo ao médico.

“Só se eu vestir uma fralda geriátrica e levá-lo de cavalinho” – pensei.

Comprei o velho e bom Engov e o indispensável Epocler.

Nesse dia, o Oscar nem almoçou. E eu encarei um macarrão com molho meio frio.

E passamos o resto da tarde dentro do apartamento, quietinhos e assistindo ao filme “Moulin Rouge”.

Depois disso, o Oscar nunca mais vomitou, pois, nunca mais bebeu.

E eu, nunca mais tive diarréia, pois, nunca mais comi o lanche daquele bar.

Vocês não estavam achando que a culpa da minha diarréia foi da bebida, né? Foi do lanche, claro que foi!

Ou como diria o meu pai:

- A culpa é da azeitona!

77 comentários:

  1. Chorei de rir!!!
    Como é bom ouvir ou ler histórias de bebados!
    Mas é claro, a culpa é sempre da azeitona.
    Demais
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Como foi minha sugestão, nada mais justo que eu ser o primeiro, certo?rsrs

    Cara eu tava aqui me estragando de rir com o post...

    Muito bom, parabéns.

    Logo logo vcs podem lançar um livro: "Aventuras da Adolecencia" rsrs

    Amanha 1 ANO DE BLOG rsrs..

    ResponderExcluir
  3. Ciborgue, não, não é justo, teria que ser mais rápido, rsrs

    ResponderExcluir
  4. HAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAHA, morri de rir. mas é foda, porre é foda ;s.

    ResponderExcluir
  5. Juliana,
    Pelo visto hj estou à moda Rubinho Pédeferro kkkkkkkkk

    Mais veremos em breve se eu reverto as coisas.(H)


    (Paulo, quando for postar me avisa 2hrs antes rsrsrsr)

    ResponderExcluir
  6. parabéns Ciborgue pela sugestão CONCORDO COM VC TÁ FALTANDO UM LIVRO NA VIDA DESTES DOIS acredito que um livro em parceria vai render bons frutos! então SR.PAULO SERGIO levando o amigo pro mal caminho brincadeira também tenho amigo que toda vez que bebe fica sentimental começa abraçar falar que nossa amizade e muito sincera que amizade como a nossa e dificil de encontrar bla bla... mas o mais legal a amizade de vcs e muito bom ter amigos principalmente estes da vida inteira também tenho meu grupo pessoal que me conhece desde o jardim de infancia a gente já passou muita coisas juntos. dei muita risada cm o post beijos paulo áté o proximo post.

    ResponderExcluir
  7. ahhusahuhusahuuas raxeii
    o "passado nos condena" no caso ao oscar kkkk
    mto lgl a história e a amizade de vcs
    amnha niver do blog! e calho junto com o dia das mães ! ......fala nisso , faz uma homenagem aii p elass
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Depois de tanto tempo voltei pra comentar nos textos...Peço até desculpa pelo meu sumiço...#Sorry

    Bom, mas esse post tah demais...vc e o Oscar são loucos msm...O Oscar mais ainda...Onde já se viu encher a cara de caipirinha?? hsauhsuahsuahsu.
    Tah de parabéns!!Seu blog tah show!

    bjão

    ResponderExcluir
  9. hahahahahahaha
    Muito bom o post!

    É claro que a culpa é da azeitona
    haha

    Abraços,
    Raquel

    ResponderExcluir
  10. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... ei literalmente RI LITROS!

    Caracas Paulo, o pior ficou pro Oscar que precisava usar o vaso a uma distância super desconfortável depois de você já ter dado uma 'passadinha' lá :P

    Nunca mais meninos! Nunca mais. Uma experiência dessa é motivo pra eu NUNCA pensar em aprontar uma dessas aventuras etílicas, como você disse.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Esse Oscar é sem noção. Só ele mesmo pra querer se embebedar dessa forma.
    Fiquei imaginando a cara de vocês quando a menina disse que ainda iria numa outra festa!
    HEHEHEHEHE'

    “E me lembrar, sorrindo, que o banheiro
    É a igreja de todos os bêbados...”
    F - A - T - O

    Valeu!

    ResponderExcluir
  12. suzi regina,
    rs
    Pois é.
    Um livro seria uma boa :)

    Ah, quem quizer seguir-me no twitter: @ciberlucas rsrsrs

    ResponderExcluir
  13. Juliana, história de bêbado é sempre muito boa mesmo.

    E a culpa é sempre da azeitona! rsrs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  14. Ciborgue, se eu te avisar antes, a disputa ficará injusta. rsrsrs! Olha, essa semana tá puxado, provavelmente só vou conseguir postar na sexta ou no sábado.

    Já dei a dica.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  15. Carol, o foda é que a gente sempre jura que é o último porre, mas, passou uma semana a vontade de tomar uma cervejinha já se manifesta. rsrs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  16. Suzi, obrigado pelo apoio de sempre!

    Vou propor essa parceria com ele. quem sabe? rs!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Mariana, fiquei devendo a homenagem pras mães, justamente por estar comemorando o dia das mães. Mas, ainda vou escrever um texto sobre as mães. Você acabou de me dar uma sugestão.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  18. Juh, bem vida de volta!

    Pois é, somos um pouquinho loucos as vezes. rs!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Raquel, rsrsrs! Sempre dela!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  20. Larysse, rsrsrs! Vai ver era por causa da distância do vaso que ele não parava de vomitar. rsrs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  21. Isabela, ela ainda nos convidou para ir à festa. mas, estávamos sem condições. rs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  22. Ciborgue, seria mesmo!

    Ciborgue no twitter, galera!

    ResponderExcluir
  23. suhuhhauusauusauhshua

    Sei bem como é uma situação assim, já to acostumado até a beber até cair. kkkk

    Abraços

    ResponderExcluir
  24. Rsrs
    Opa, dica valiosa ja rsrs.

    Ah, e nao esqueçam do grande leituristo no twitter tbm: @paulosergiofa rsrs

    Podia postar seu twittr né PS?
    MAis gnt te seguindo, mais publicidade para seu blog :D

    Abraço

    ResponderExcluir
  25. Ciborgue, teve sua dica!
    Não dorme, tá?! haha

    ResponderExcluir
  26. Luan, quem sabe um dia a gente junta uma galera e sai pra tomar umas de leve.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  27. Ciborgue, já postei. É só clicar no passarinho azul e me seguir. rs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  28. Juliana,
    kkkkkkkkk

    Só nao postarei antes que vc se acontecer algo sério (:

    ResponderExcluir
  29. Logo que vejo o Paulo Sérgio postar, leio e comento, mas não estou 24hrs por aqui, Ciborgue. hahaha
    Mas então, se liga aí, no próximo!
    Tô de olho, hahaha

    ResponderExcluir
  30. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  31. Imagino esse povo bêbado... rsrs

    ResponderExcluir
  32. Mas Paulo, ás vezes um pouco de loucura faz bem á saúde.
    É bom saber q a amizade de vcs está firme e forte assim

    bjão

    ResponderExcluir
  33. Essa é a história do "maior porre"? Pqp... Por que será que não trepavam, heim?

    ResponderExcluir
  34. Odeio dar uma de professora...Por isso postarei como anônima, embora pudesse colocar meu nome inteiro, já que vc não me conhece. Mas como o mundo é pequeno, não quero arriscar...rsrs.
    Gostei do texto, de verdade. Mas fraLLLLLLda se escreve com L. Please....Na dúvida, sempre consulte o "pai dos inteligentes". Só os inteligentes querem sempre melhorar, concorda?
    Beijo grande! :)

    ResponderExcluir
  35. Daniel, nem queira imaginar.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  36. Anônimo, esse foi o único e, por isso, maior porre nosso juntos.

    Esse comentário foi uma crítica ou uma piada?

    Valeu!

    ResponderExcluir
  37. Anônimo (a), você está certa. Fralda se escreve com L. Frauda com U é outra coisa (conjugação verbal).

    Já que você disse que só os inteligentes querem sempre melhorar, eu acho que posso me considerar inteligente, pois, sempre escrevo com o dicionário do lado.

    Ainda assim, muitas vezes, por pressa, desatenção ou outro motivo, o erro pode ocorrer, como ocorreu.

    Errar é humano e reconhecer o erro é uma virtude. Obrigado pelo toque. Já corrigi o erro!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  38. É claro que a culpa era da azeitona... sempre é..kkkkkkkk muito bom ri muito
    Beijos

    ResponderExcluir
  39. Vocês são muito fracos, eu ainda fui pra umas 2 baladinhas naquela noite...relamente esperava mais de vcs dois...mas enfim, quem não faz uso do cachimbo não fica com a boca torta...saudações!

    ResponderExcluir
  40. Cecília, obrigado!

    Beijos pra você também!

    ResponderExcluir
  41. Fernanda, eu só vou acreditar que você é a "verdadeira" Fernanda se voltar aqui nos comentários e me responder qual é aquele seu apelido de 3 letras. rs!

    Saudações!

    ResponderExcluir
  42. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Ri Muitos Mililitros. MUITO BOM!!! Eu tb não bebo, já provei tudo qnt é bebida, mas só provei mesmo. Mentira, confesso que fiquei tontinha com 3 ices(vodka). Nunca mais fiz isso. Mas pretendo ter meu primeiro e único porre também. Não sei quando ainda, talvez quando me formar na faculdade hueuehueehheu. Enfim, ficaadica pra mim: não misturar né? Pq eu bem notei que a culpa do vômito foi o Oscar ter misturado cerveja com caipirinha. Obrigada. Beijinho. NádiaBelo.

    ResponderExcluir
  43. Nadia, faculdade é um lugar perigosíssimo para fazer essas coisas. rsrs! Mas, acho que se for na sua formatura, vai valer muito a pena. rsrs!

    Boa sorte! (um epocler e um engov, também)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  44. Quem nunca tomou tomou um porre que atire a primeira garrafa, vazia claro!!! beijos =)

    ResponderExcluir
  45. Agora td vez q eu passar mal (espero q nunca aconteça) vou lembrar do Cazuza!
    Mt bom! parabéns!

    ResponderExcluir
  46. Paulo Sérgio, fala pro Oscar casar comigo?

    ResponderExcluir
  47. Dany, espero que você não precise se lembrar dele. rsrs!

    Abração!

    ResponderExcluir
  48. Ju, posso até falar, mas, a namorada dele pode me dar uma voadora! rs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  49. uahahuauah, raxei...tadinho so Oscar..e de ti também...=D

    ResponderExcluir
  50. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Rachei de rir, aqui..alias historia de bebado e sempre boa!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk..Esse Oscar filho e mesmo uma piada :)

    ResponderExcluir
  51. Anônimo, obrigado pelo comentário.

    É, o Oscar é foda mesmo!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  52. Haha vocês são muito fracos :P
    Paulo, Pergunta p/ o Oscar Filho se ele não quer casar cmg! haha

    bjus

    ResponderExcluir
  53. Vivian, você diz isso porque não viu o tanto que a gente bebeu. rsrsrs!

    Vou correr o risco de levar um soco da namorada dele e perguntar se ele quer casar com você. Tá me devendo uma, hein! rsrs!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  54. Oscar pequeno daquele jeito nem precisa beber muito rs

    Só conhecer ele tá bom, ai eu vou te dever :P
    bjs

    ResponderExcluir
  55. Adoreiii a história!É mesmo de rir sem parar,além disso, história de bebado é sempre muito engraçada!Amei seu blog e foi muito legal saber um pouquinhoo da sua história e do Oscar.

    Beijaoo!
    Felicidades xD

    ResponderExcluir
  56. Não sabia que o Oscar era straigh edge! Jurava que ele dava uns 'tiros' antes dos shows. Então ele é doido mesmo?!
    Muito engraçado e nojento este post! Mas histórias de bêbados são sempre porcas!

    Bjs,

    ResponderExcluir
  57. Vivian, quem sabe não acontece um dia.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  58. jhennyfer, Obrigado!

    Felicidades pra você também!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  59. [x]angel, o Oscar é doido de natureza, o cara não curte nem cerveja. rsrs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  60. Que história engraçada ! Muito bom !
    Abraços !

    ResponderExcluir
  61. Olha, já é a 15ª vez que leio esse post e não consigo não rir toda vez que venho aqui. Mesmo vindo tantas vezes, essa é só a segunda vez que comento. MUITO boa essa história. Diz pro Oscar que eu não quero casar com ele, mas gostaria muito de dar uma vuadora nele pq ele cancelou o stand up aqui em Maceió 2 vezes. ruuuum... Mas ainda o aguardo, tenho treinado minhas vuadoras. hahahahaha. Beijooo.

    ResponderExcluir
  62. HAHAHAHA... adorei!!
    Muito bom. Parabéns!

    ResponderExcluir
  63. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  64. Nadia, pode deixar que eu vou avisá-lo das voadoras. rs!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  65. Carol, vamos tomar uma cervejinha? rsrs! Tô brincando! rs!

    Bjos!

    ResponderExcluir
  66. ahhhh!
    não acredito que vc postou essa história!!!
    o mais louco é que era só a segunda vez que eu te via na vida, se eu não me engane!
    a sorte é que vc é discreto no contar! rss
    e o mais hilário foi ver uma fernanda comentando como se fosse eu!!
    agora, o apelido... será que vc está falando de "Fer" (com um "suave" sotaque country, que mais parecia com "fâr", como o oscar me chamava...?) vou pensar...
    beijão pra vc!

    www.fernandasanchesatriz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  67. Fernanda!!! Agora sim, a verdadeira. As vezes rola de uma pessoa querer comentar como se fosse outra. Mas, só você poderia saber do apelido "Fer". rs!
    Que legal você por aqui!
    Beijão pra você!

    ResponderExcluir
  68. QUASE "CAGUEI" DE rir .. kkkkkkkkkk' o oscar é uma merda praa beber assim? se ele fosse engraçado como é bom pra beber,estaria trabalhando de mêcanico jamanta consertando fuusca azul calcinha ou bege cor de vômito ! poiZÉ jão.. Cum Deus aee Paulo - ps: hj tem stand-up do pequeno pônei aqui, em IPATINGA ! rs,bom pouco né? BEIJOS BEIJOS' filosofia de bêbado: AAH COMO EU AMOO VOCÊS !

    ResponderExcluir
  69. Rayssa, muito obrigado! Que bom que "quase" cagou de rir. rs!

    Bjos!

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário!

Sugestões de postagem serão bem-vindas!