terça-feira, 27 de outubro de 2009

Pequeno Pônei - parte 3


Quando o Pequeno e eu estávamos na 6ª série, éramos extremamente criativos.

Pena que as professoras não entendessem isso.

Certa vez, estávamos trocando bilhetinhos durante a aula quando a professora, que era uma fera, percebeu e disse:

- O que é que tem nesse bilhete aí?

- Nada, não, professora. - respondi tremendo.

Sempre que alguém trocava recadinhos na aula dela, ela pegava o bilhete, lia e dizia que mais tarde iria mostrá-lo ao diretor, que era um verdadeiro ditador.

Claro que isso era apenas uma ameaça, mas, no caso do bilhete que entreguei ao Oscar, era bem provável que ela mostrasse mesmo ao diretor: ele continha poesias feitas com palavrões!

Naquele dia, por muita sorte, a professora estava de bom humor. Depois da minha resposta, ela continuou escrevendo na lousa e não tocou mais no assunto, para o meu alívio.

Mas, aí, o Oscar com a sua mania de ser "explicadinho", quis dar uma justificativa melhor pra professora e estragou tudo:

- Professora, sabe por que a gente tava trocando bilhetes?

- Por quê?

- É que o Paulo vai precisar dormir lá em casa e...

Nesse momento, a turma toda gritou em coro:

- Êeeeeeeeeeeeeeeeeeeeerrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr!!!!!!!!!!!!!!!

Aqueles maliciosos levaram a coisa por trás!

Até a professora riu!

Sinceramente, eu preferia que ela tivesse pegado o bilhete.

Continuando no assunto escola...

No colegial, certa vez, após ter terminado o exercício proposto pela professora de Português, Oscar ficou fazendo suas palhaçadas até a hora do intervalo.

A professora, que sentia prazer em ser chata, com inveja da sala toda estar prestando atenção no Pequeno e não dar a mínima pra ela, chegou pro Oscar e disse:

- Sabe, Oscar, você pensa que é humorista, mas, precisa aprender muito ainda pra isso.

E o Oscar, categoricamente, respondeu:

- Eu sei que não sou humorista, professora. Sou apenas um "comicuzinho"!

O Flávio, um amigo nosso que "quase não era empolgado", levantou-se e começou a aplaudir o Oscar de pé!

Na sequência, a turma toda fez o mesmo.

Será que hoje, essa professora mudou de opinião?

Mudando de assunto...

Sempre gostei de animais de estimação. Mas, daqueles que interagem comigo, como os cães e os gatos.

Houve uma época em que o Haroldo, um amigão nosso, montou um aquário. O Oscar, que sempre foi chegado à novidades, quando viu o aquário do Haroldo ficou encantado. E no mesmo dia começou a infernizar o seu pai para comprar um aquário também.


Havia aqui em Atibaia um lugar especializado em tudo para aquários chamado Aquariomania.

Naquela época, o Haroldo e o Oscar iam ao Aquariomania praticamente todos os dias. E ficavam lá de 1 a 2 horas, olhando peixes, vendo equipamentos, pegando informações...

O foda é que eles ficavam insistindo muito pra que eu fosse junto.

Como eu não curtia peixes, achava um saco ficar naquele lugar olhando aqueles peixes, ouvindo-os falar sobre o Peixe-Espada, o Lebiste, o Caralho a quatro...

Dizem que observar um aquário acalma a gente. No meu caso, o efeito era contrário!

Sinceramente, eu ODIAVA com todas as minhas forças estar naquele lugar!

Mas, como eu odiava ainda mais a insistência daqueles dois para ir lá com eles, o jeito era ir, sentar na porta e esperar.

A gota d'água aconteceu no dia em que o Oscar resolveu insistir para o pai dele comprar o aquário antes do prazo combinado.

Depois do expediente, o pai do Oscar estava tomando um choppinho pra relaxar, quando o Pequeno entrou no barzinho pra falar com ele.

Eu fiquei lá fora, num ponto onde o pai dele não conseguia me ver.

O Oscar começou:

- Pai, preciso comprar o aquário hoje!

- Pô! Junior! (o pai dele o chamava de Junior) Nós não combinamos de comprar sábado que vem?

- Eu sei pai, mas é que eles tão fazendo uma promoção. E vai acabar hoje! E...

Ele ficou muito tempo lá dentro enchendo o saco. Eu que tava ouvindo de fora já tava ficando "nos nervos". Até que no ápice da irritação, o pai dele disse:

- Pô! Junior! Por que tanta pressa pra comprar esse aquário? Quem é que tá botando essa ideia na sua cabeça? O Paulo?



Juro que quando ouvi isso, não sabia se chorava, ou se entrava no bar e pedia uma dose tripla de Absinto com veneno!

Puta que o pariu! Além de passar pela tortura de aguentar o Haroldo e o Oscar falando o dia todo daquele maldito aquário, ainda fui acusado injustamente de ser o incentivador maior de um dos meus torturadores!

Rezo a Deus que o pai do Oscar leia essa postagem pra saber que eu também fui uma vítima da "Maldição do Aquário"!

Pra fechar...

Há muito tempo atrás, uma amiga minha que também é prima do Oscar, ficou com um carinha.

Ele ficou apaixonado, mas, como ela não quis saber de mais nada além de amizade, o rapaz sumiu por um bom tempo.

Um ano depois, o reencontramos numa balada. Estava com um visual totalmente mudado, meio punk, meio metaleiro e acompanhado de 2 amigos no mesmo estilo.



Os 3 ficaram o tempo todo tentando impressionar a mulherada, contando histórias de como eles eram loucos, de como zuavam, de como eram "foras da lei", além de ficarem soltando uns gritos e grunhidos estranhos quase toda hora.

Depois da balada, ela e suas amigas ficaram conversando com os malucos-beleza em frente a casa dela.

O Oscar e eu, enquanto esperávamos as meninas para ir embora, resolvemos praticar um passatempo meio imbecil: sair correndo em direção a um poste de sinalização, pular e tentar rodopiar ao redor dele.

Depois que aqueles que se intitulavam "loucos" foram embora, minha amiga virou pra gente e disse rindo:

- Sabe o que eles falaram sobre vocês dois? "Nossa! Gostei dos seus amigos! Os caras são muito loucos!"

E a gente que pensava que os loucos eram eles!

38 comentários:

  1. HUAHUAHUAHUA - Me lembro dessa do Comicuzinho! Cheguei em casa contando pra todo mundo!!! heahs... Cara, seu blog tá muito bom de ler Paulo! Abração!

    ResponderExcluir
  2. nossa, cada vez que você posta algo sobre as suas aventuras de infância com o Oscarzinho fico imaginando a cara de safadinhos que vocês tinham, apesar da chatice dá pena é das professoras, seus posts são sempre legais e agradáveis de se ler, prendem realmente a atenção, principalmente quando agente vê de quem se trata! abraços

    ResponderExcluir
  3. Amei Paulo!!! Parece que to vendo vcs fazendo tudo isso!!Beijos

    ResponderExcluir
  4. KKKKKKKK.. comicuzinho foi foda!!!!!!!!!!!
    morri de rir Paulo! vc sabe que você tem maior jeito pra escrever merda! não desisto de te dizer que você tem que escrever um livro! hahahahahahaa...

    bjs!

    Denise Néri

    ResponderExcluir
  5. Ei Paulo!Definitivamente esse blog é meu preferido!Não sei o q é mais engraçado:os fatos narrados ou a sua visão sobre eles rsrsrs.Vc tem muuuiiito talento para ser escritor!É divertido e inteligente ao mesmo tempo.Sou mais uma na torcida para q vc lance mesmo um livro. Te prometo q na tarde de autógrafos me despenco aqui de MG e vou te dar um abraço!Bjs querido.

    ResponderExcluir
  6. uHasuhasuhasuh

    'Comicuzinho' Foi foda!

    E a professora queimou a lingua em relação ao Oscar!

    Muitoo bom o post!

    Parabéns Paulo!

    Se cuidaa!

    ResponderExcluir
  7. Julius, obrigado pelo elogio!
    Eu bem que imaginei que você lembraria dessa. Aliás, acho que você nunca esqueceu.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. Deise, valeu pelo comentário.
    O Pequeno nunca foi mal educado com os professores, mas acho que essa do "comicuzinho" ficou no limite! Em compensação, com suas palhaçadas ele acabava chamando mais atenção do que os professores, que ficavam fudidos!
    Sou a favor de respeitar os professores, até porque teoricamente também sou professor. Mas, sinceramente, a professora em questão mereceu!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Denise, "Deus te ouça!" rsrs!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Tattyhag, que Deus te ouça, também! rsrsrs!
    Ah, e se eu chegar lá mesmo, vou cobrar essa sua promessa!
    Bjão!

    ResponderExcluir
  11. Carooooooooollllllll!
    Que saudade que tenho de quando essas coisas todas e muitas mais aconteciam ao vivo!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  12. Karen, a língua da professora deve estar tostada! rsrsrs!
    Queria de verdade saber o que ela pensa dele hoje.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  13. Comicuzinho... kkkkk a professora com certeza deve ter mudado de idéia né? hehe e era sina do oscar te colocar em roubada kkkkkkk até ser culpado de incentivador... essa foi otimaaa... mais uma vez parabéns pelo blog... (não me canso das estorias maravilhosas)

    ResponderExcluir
  14. Huahuahuah, muito boas as histórias..
    Coitado de vc que além de levar a culpa por fzer o Oscar ser tão chato com o pai dele, teve que ainda ir ficar vendo peixinhos ne!
    ahahaha
    beijos

    ResponderExcluir
  15. A verdade nua e crua, é verdade, o Oscar sempre me colocava em roubada! rsrs! Mas, era divertido!
    Obrigado!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  16. Sumie, nem me fale! Tenho trauma de peixinhos até hoje!rsrs!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Putz, faltou falar daquela vez que o Oscar e a Vivian insistiram durante 8 bilhões de anos pra vc ir a casa deles e quando vc chegou o pai deles ficou puto, achando que vc ia muito lá... Pô Paulo... ahahahaha. Abraço na porta do seu rabo, seu fisijhifdhiuchrioiopfguiosmpaputa

    Rafael

    ResponderExcluir
  18. Rafael, meu chapa!
    Falta escrever muita coisa ainda, inclusive histórias com a sua participação.
    O pai deles sempre achava que eu era o culpado de tudo! rs!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  19. hauhauha... Muito comédia os seus posts com essas loucuras do pequeno ponei.... te perg, q colegio q vcs estudavam aqui em atibaia? imagino q os professores tb naum eram muito amigaveis com vcs! hauahua

    falow ae

    ResponderExcluir
  20. Bruno Arrelaro, nós estudamos no José Alvim juntos e depois no Major, separados. Acho que de mim os professores não se lembram, já do Pequeno...
    Abraço!

    ResponderExcluir
  21. SHAUHSUASHUASHAU

    Adorei o post.hsuahsuahsa
    Eu fico aqui, do outro lado do pc, só imaginando as 'aventuras' q vcs ´passaram juntos

    bjos

    ResponderExcluir
  22. Juh, foram muitas aventuras mesmo. Dá pra escrever um livro.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  23. Paulo, se esse livro sair eu vou ser uma das primeiras a comprar!

    Eu ia comentar mais ontem, só q tive q sair.Vou aproveitar agora
    Que injusto vc levar uma bronca por causa do Oscar, mas no fim das contas, o pai dele comprou o Aquário??
    Agora, vcs correndo em direção a um poste de sinalização?Caraca hsahsuahsuahsuahsau

    bjoss

    ResponderExcluir
  24. Ju, o pai dele comprou o "bendito" aquário sim! rsrs!
    Um dia vou lançar um livro sim! (Que Deus ouça todas as pessoas que comentam isso aqui e que me dê inspiração para suprir as espectativas delas!)
    Beijão!

    ResponderExcluir
  25. Em seu comentário acima, eu estou incluida no grupo das pessoas que comentam "isso" certo?
    rs

    Apoio o livro também!

    Bjoo

    ResponderExcluir
  26. Karen, valeu! Com certeza você é uma das pessoas que mais me apóiam.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  27. PS!

    Com certezaa!!

    Vou ser a primeira da fila de autógrafos! rsrs

    Bjooo

    ResponderExcluir
  28. Muito boa a parte do Absinto com veneno! AUHAUAH beijao

    ResponderExcluir
  29. Hahaha... legal o BLOG... essas histórias do Oscar são divertidas.

    Visitem meu blog http://nandosava.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. Camila, valeu! Absinto com veneno em dose tripla ainda por cima! rs!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  31. Fernando, obrigado!
    Vou visitar seu blog sim.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  32. NOSSA A INFÂNCIA DO OSCARZINHO E BEM INTERESSANTE
    comicuzinho hahahaha adoreii

    ResponderExcluir
  33. adoreiiiiiiiii muito bom ,como gosto do pequeno ponei(Oscar Filho) e queria muito ver a cara do pai dele,ele já colocou a foto dele no twitter,uma figura,parecer ser muito gente boa,adorei,lei as três historias d++++++++++++++,muitooooooooooo obrigado por ter escrito tudo isso e agradeço o Oscar por ter colocado no twitter dele para a gente ver ,vc deveria escrever um livro eu gostaria muito de ler as outras historias que vc tem ,muito bom,obrigado mas uma vez. ""SER AMIGO DE OSCAR FILHO É PARA ME UM PRESENTE DE DEUS.""

    ResponderExcluir
  34. Katia Sumara, eu é que agradeço pela sua visita ao meu blog e ao comentário.
    Em breve vou postar mais histórias da nossa infância.
    O pai dele é muito gente boa sim e escreve poesias muito bem!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  35. Nossa Paulo! Cada vez mais engraçado. Os comentários aumentando. Daqui a pouco não vai conseguir responder todos. Você é culpado por me fazer gostar cada vez mais do Oscar Filho...rsrsrs

    ResponderExcluir
  36. Anônimo, você acaba de me dar uma ideia: vou começar a cobrar um salário do Oscar pra continuar a falar bem dele! rsrs!

    Abraço!

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário!

Sugestões de postagem serão bem-vindas!